Playstation 1 - Universo de Tecnologia

U T
Ir para o conteúdo
Emulador Playstation 1
ePSXe

     ePSXe (enhanced PSX emulator) é um emulador de PlayStation, sendo compatível com Microsoft Windows , Android OS , Ios, Linux. Foi desenvolvido por 3 autores, que usaram os apelidos "Calb", "_Demo_" e "Galer". ePSXe é de código fechado com exceção da application programming interface (API) usada na programação dos plug-ins.

História

     Por 7 anos, o ePSXe foi desenvolvido em segredo, longe do publico. Quando lançado em 14 de outubro de 2000, foi revolucionário na cena da emulação do PSX, superando pela alta compatibilidade e performance emuladores da época.
     Após ePSXe 1.6.0 ser lançado em 5 de agosto de 2003, seu desenvolvimento estagnou, com rumores de que o código fonte havia sido perdido devido a uma falha no disco rígido. No entanto, em 5 de abril de 2008, os desenvolvedores fizeram um anúncio publico revelando que no verão de 2007 haviam decidido continuar o desenvolvimento do emulador, pelo encorajamento dos usuários. Em 24 de maio de 2008, é lançada a versão 1.7.0 e em 09 de novembro de 2012 a versão 1.8.0.



Janela do emulador
Design

     Como os emuladores modernos, o ePSXe faz uso de plug-ins para emular a GPU, o SPU (som) e o CD-ROM (funções de drive), modelo inicialmente utilizado no PSEmu Pro. Jogos podem ser carregados do drive de CDs do computador ou de muitos tipos de imagens de CD isso diretamente do HD do usuário.
     A capacidade do patching permite ao usuário aplicar patches nos  jogos. Jogos que não funcionam corretamente, ou nem mesmo começam, podem  ser corrigidos e jogados com o uso dos arquivos de patch no formato  .ppf. Vale lembrar que nem todos os jogos com problemas possuem patches.
     Diferente de outros emuladores que usam a high level emulation para imitar as funções da BIOS  do PlayStation, o ePSXe precisa de uma imagem da BIOS oficial do Sony  PlayStation. Existem várias versões dessas BIOS, mas todas são de propriedade intelectual  da Sony, então é ilegal distribuí-las. Por essa razão, o emulador não  vem com tais arquivos, necessitando que o usuário as consiga.

Requisitos

Segundo o site os requisitos são:

  • Processador: mínimo Pentium 200 MHz, recomendado Pentium 3 com 1 GHz
  • Memória RAM: mínimo 320 MB de RAM, recomendado 712 MB de RAM
  • Placa de Vídeo: Placa de vídeo capaz de renderizar 3D com suporte para OpenGL, DirectX, ou Glide
  • Sistema Operacional: Windows ou Linux
  • CD-ROM: 16x ou mais (opcional)

Plug-ins

  • GPU: A maior parte dos plug-ins GPU renderizam em Direct3D, OpenGL, ou ainda Glide API, e são liberados como freeware ou com código aberto
  • SPU: Os plug-ins SPU podem emular tudo desde música até efeitos de  som, com variável sucesso dependendo das configurações do plug-in e  também de qual está sendo usado
  • CD-ROM: ePSXe já vem com um plug-in de CD-ROM, mas a outros  disponíveis para download grátis sendo que podem chegar a emular 7  diferentes tipos de leitura
  • Controle: O plug-in de base é suficiente, mas a outros que permitem mais funcionalidades.

Compatibilidade

     O emulador é capaz de rodar agora todos os jogos do PlayStation 1. No caso de haver problemas com algum jogo, patches  podem ser usados para solucioná-los. Muitos usuários baixaram a versão 1.5.2 para evitar o uso da 1.6.0. Isso  ocorreu devido a versão 1.6.0 ter inúmeras complicações sendo que  muitas foram corrigidas na versão 1.7.0; e agora com a versão 2.0.2  podem baixar sem medo de complicações, já que agora foi aperfeiçoado de  tais modos que na atual versão não precisa da BIOS para jogar; e possui o  modo multiplayer que pode ser jogado em dispositivos difentes ou ainda  no mesmo dispositivo ficando a tela dividida ao meio; para o multiplayer  em dispositivos diferentes primeiro precisam de conectar os telemóveis  ou tabletes através do Wi-Fi e hotspot, depois entram no emulador  primando multiplayer e quem espalhou rede clica em run server e o outro  clica em run cliente, sendo assim o cliente funcionando como um joypad  para o server.


Site: ePSXe
PCSX
     O PCSX é um emulador de console de videogame gratuito e de código aberto que permite que um software projetado para ser usado com o Sony PlayStation seja executado em computadores pessoais .  Ao longo dos anos, o desenvolvimento mudou de mãos várias vezes com o PCSX-Reloaded (PCSXR) sendo agora a versão principal.
     O PCSX tem uma alta taxa de compatibilidade e atualmente está disponível para vários sistemas operacionais diferentes , incluindo Microsoft Windows , OS X e Linux .  Ele é liberado sob a Licença Pública Geral GNU.
     O emulador foi lançado pela primeira vez para o PC em 31 de agosto de 2000. O desenvolvimento oficial terminou em 17 de setembro de 2003, e o desenvolvimento mudou para o novo emulador do PlayStation 2 , PCSX2.
     O PCSX-df foi criado em 2006 e adicionou novos recursos, uma nova interface baseada em GTK , o suporte AMD64 , e corrigiu alguns bugs, mas foi desenvolvido principalmente tendo em mente apenas a compatibilidade com o Linux.  A versão 1.10 foi lançada em 29 de março de 2009.
     O PCSX-Reloaded é um novo projeto criado em meados de 2009, que é baseado no trabalho da ramificação PCSX-df, completamente independente, e funciona em correções de bugs, mantendo a compatibilidade do Windows e do OS X com o Linux.  O PCSX-df e o PCSX-Reloaded coexistiram por um tempo, com o PCSX-df mesclando as mudanças do PCSX-Reloaded de volta para o df .

Janela do Emulador
     O PCSX suporta jogos em rede e plug-ins externos, conforme usado pelo ePSXe.   Tal como acontece com muitos emuladores modernos PCSX-Reloaded suporta  savestates e também tem recurso Save Rewind (atualmente apenas versão  OSX e Linux), Suporte para arquivos ECM (atualmente apenas OS X e versão  Linux), Suporte para Libarchive (atualmente apenas versão OSX e Linux) ,  widescreen hack e faz uso de plug-ins para emular GPU , SPU e CD-ROM , um modelo estabelecido no PSEmu Pro , usa o plugin Peops OpenGL para gráficos no padrão, mas também pode usar o OpenGL2, gpuBladeSoft, PCSX2 do Pete Plugin gráfico GSDX, Plugin GPU AmiDog, Pacote de shaders Asmodeans PSXFX, plugins de entrada como o Lilypad e Pokopom Pad Plugin.   Ele também tem suporte a múltiplas pistas e é o único emulador PS1 com  compatibilidade com opções anti-jitter em plugins gráficos, como  precisão GTE no plugin Peops padrão OpenGL, ou melhor precisão de  coordenadas no gpuBladeSoft do Edgbla e também suporta o plugin  PeteOpenGL2Tweak. Além disso, o PCSX procura simular a funcionalidade do BIOS do PlayStation e, consequentemente, não requer um despejo de arquivo do BIOS  para funcionar, facilitando a emulação legal, mas a emulação do Bios  ainda está incompleta, portanto é melhor usar o BIOS para evitar vários  bugs e compatibilidade reduzida.


Site: PCSX

Imagem do PS 1

Imagem do Emulador PS 1

Emulador VS PS 1
Voltar para o conteúdo